Sucesso escolar

Dezembro 30th, 2009
Da forma que anda a nossa política educativa não seria surpresa para ninguém que daqui a dois dias assistíssemos à abertura dos noticiários com um comunicado do Ministério da Educação, congratulando-se com o facto de todos os portugueses vivos terem passado de ano.
Os organizadores das festas mais concorridas do País revelar-se-ão, no seguimento desse comunicado, extremamente satisfeitos com as notas dos portugueses.

Doce ministra… a do Ambiente

Outubro 22nd, 2009
A julgar pelo nome vou gostar muito da nova ministra do Ambiente.
O primeiro nome é Dulce, que em espanhol quer dizer doce.
A ministra também se chama Prazeres e um dos meus grandes prazeres é a doçaria.
Chama-se Fidalgo, que, para os mais distraídos, é o nome de um doce tradicional de Braga que eu muito aprecio.
E por fim, mas se calhar o mais importante, ostenta o dulcíssimo nome de Pássaro, que serve de alcunha ao redactor deste blogue.
Para já, só vejo doçura.
Espero que não azede durante a legislatura.

Autárquicas e imobiliárias

Outubro 7th, 2009
Quem conhece Braga sabe que a construção e o imobiliário estão sempre na berlinda, no centro da discussão política e das mais animadas conversas de café.
O lobby da construção civil é fortíssimo, o poder dos empreiteiros evidente e por isso mesmo a cidade é organizada (ou não) respeitando os interesses destes, passando ao lado de conceitos fundamentais para uma cidade moderna e em crescimento como o planeamento, o urbanismo, a sustentabilidade ou a qualidade de vida.
Há no entanto agentes que aparecem no fim da cadeia de valor do mercado imobiliário a quem, a meu ver, não é dado o devido destaque, principalmente pela classe política (reparem que usei a palavra “cadeia” numa expressão económica que nada tem a ver com o sítio onde alguns dos mencionados neste post deviam estar).
Eles são, no entanto, muito mais importantes do que se imagina, não só pelo que vendem – o que é fundamental para que o dinheiro não pare de circular – mas porque são verdadeiras cobaias na arte de comunicar em outdoors.
E esta é também a verdadeira razão por que os políticos não lhes dão o devido destaque.
Neste período de campanha autárquica torna-se evidente onde os políticos se baseiam para o seu material de comunicação.Itálico
Por todo o lado se espalham cartazes, bandeiras e outdoors com a cara dos políticos, misturando-se com os habituais outdoors das redes de agentes imobiliários.
Os suportes, a localização dos mesmos, a paleta cromática, as poses… em tudo os políticos mimetizam os vendedores de apartamentos.
Eu acho que devíamos romper de uma vez por todas com a hipocrisia instalada e assumir que os partidos políticos em Braga deviam ser substituídos por redes de agentes imobiliários.
No nosso boletim de voto autárquico, a bem da verdade e transparência deviam aparecer a Re/Max, a La Fôret, a ERA ou a Habitace, por exemplo.
A linguagem é deles, quem movimenta o mercado que gere a cidade são eles e – haja simpatia – sorriem nas fotografias.
Talvez assim a abstenção diminuísse.

Tesourinho eleitoral

Setembro 21st, 2009
Tenho falado deste tempo de antena, a que os Gato Fedorento no seu esmiuçanço de sufrágios fizeram o favor de dar visibilidade, a muita gente.
Acho que este é um dos melhores “tesourinhos deprimentes” de todos os tempos, com a particularidade de não ser dos anos 80, e por isso tinha que o pôr aqui, porque verifiquei que ainda há muita gente que não o viu.

Bússola eleitoral

Setembro 3rd, 2009
A SIC desenvolveu um pequeno questionário onde se pretende identificar a posição política de cada um, chamado Bússola Eleitoral.
Para quem não tem uma noção exacta do seu posicionamento político pode ser uma boa ajuda para clarificar posições e para quem acha que tem essa certeza não deixa de ser interessante conferir se de facto se confirma essa posição.
No meu caso, fiquei exactamente na posição que esperava.
De direita e libertário-cosmopolita, mas numa zona bastante próxima do centro, ou seja, moderado.
Supostamente deveria votar no MMS, mas acho que não tenho saldo e o meu telemóvel também não tem o software adequado para isso.