Jogador mais popular do Mundo

Novembro 28th, 2008
Mohamed Aboutreika foi eleito pela Federação de História e Estatísticas do Futebol (IFFHS) o jogador mais popular do Mundo.
Eu sei que não era necessário, porque este rapaz é mesmo extremamente conhecido, mas aqui fica a sua foto.
Não vá o acaso fazer-vos cruzar na rua com esta celebridade.

Manuela “Führer” Leite

Novembro 19th, 2008

Manuela Ferreira Leite começou por se afirmar contra o casamento gay a 2 de Julho, numa entrevista a Constança Cunha e Sá na TVI.
Aí avançou com a ideia peregrina de que a família “tem por objectivo a procriação”.

Depois, a 2 de Novembro numa entrevista ao DN e TSF, afirmou que grandes obras públicas apenas servem para baixar a taxa de desemprego, não em Portugal, mas em Cabo Verde ou na Ucrânia.
Ora ontem, durante um almoço da Câmara de Comércio Luso-Americana, teve esta magnífica intervenção:

«Eu não acredito em reformas, quando se está em democracia (…) Quando não se está em democracia é outra conversa, eu digo como é que se faz e faz-se»

Acrescentando:


«E até não sei se a certa altura não é bom haver seis meses sem democracia, mete-se tudo na ordem e depois então venha a democracia».

A continuar assim, acho que a tendência é que passe a ser conhecida com outro nome do meio.
A minha proposta? Está aqui:

Manuela “Führer” Leite.

Entretanto o PSD parece fadado a não ter alta nos próximos tempos.
O prognóstico é muito reservado.

Nota: O que está na mão direita do símbolo do PSD é uma faca, ou uma espada, ou uma adaga. Quanto muito será um punhal. Não é nada embaraçoso 😉

Colin Farrell

Outubro 28th, 2008
Vi muito recentemente dois excelentes filmes com este (não menos excelente) actor.
Cassandra’s Dream é o último filme de Woody Allen, onde ele conta a história de dois irmãos com características de personalidade bastante distintas que, por uma gigantesca dívida de jogo por parte de um e pela enorme ambição do outro, decidem ajudar um tio endinheirado a livrar-se de um inimigo em potência. As dúvidas e conflitos emocionais e a interacção entre estes dois irmãos são o fio condutor deste filme. Excelentes interpretações, tanto de Colin Farrell como de Ewan McGregor.

O outro filme (In Bruges) ainda não estreou em Portugal e eu acredito que vá dar muito que falar porque é uma das melhores comédias negras que já vi.
Com um humor refinadíssimo misturado com romance, violência e burlesco em doses muito bem medidas, resulta num filme que será concerteza digno de múltiplos visionamentos.
A história desenrola-se em Bruges, uma cidade que parece ser o local menos provável para servir de refúgio a dois hitman cujo último trabalho correu mal.
É fantástico o rumo que a acção toma a partir desta base, e, não querendo avançar muito com a história, só vos digo que mete anões, droga, sexo, skin-heads mirolhos, tiros, corpos estilhaçados (disse corpos, não copos, mas também tem), gays, tentativas de suícidio, grávidas, roubos, agressões, prostitutas e ainda assim consegue ser tão ligeirinho que se vê com um sorriso do princípio ao fim.
Aconselho vivamente!
P.S. – Não me importava nada de ganhar 5 euritos por cada pessoa que me vier dizer que adorou este filme 😉