Terapia de choque

Abril 11th, 2011

Estudos recentes de uma Universidade – que lançou os resultados da sua pesquisa de forma anónima –  indicam que as aves são o conjunto de seres vivos que melhor prepara as suas crias para a dureza da vida, porque chocam os ovos antes de lançar os seus jovens inquilinos para o cruel mundo.

O chocar dos ovos é um processo que consiste em sentar-se em cima deles durante o período de gestação, para que as crias sintam o peso da responsabilidade que se avizinha, ao mesmo tempo que – e esta é a grande descoberta deste estudo – os vão deixando progressivamente chocados com a leitura diária do Correio da Manhã e do Diário da República.

Esta terapia de choque será, segundo os anónimos investigadores, a razão pela qual os passarinhos teimam em defecar na cabeça dos humanos.

Fly away

Junho 3rd, 2010

Eu gosto muito do ninho, do conforto dele, mas uma das coisas mais importantes para a minha vida,  um dos  meus maiores prazeres, é viajar, por tudo o que me proporciona.

A liberdade de movimentos, a descoberta e aventura inerente a cada viagem, a aquisição de novos conhecimentos e experiências, o contacto com diferentes culturas e pessoas, que permitem alargar os horizontes, expandir a mente e crescer enquanto indivíduo.

Tenho sempre este  sentimento de entusiasmo supremo quando me preparo para voar para um destino, seja ele novo ou um retorno – como o da madrugada de amanhã à Cidade Luz -, seja em trabalho ou em lazer.

Se calhar é isto que os passarinhos de verdade sentem sempre que voam: uma alegria imensa, leveza de espírito e uma libertação total.

Uma despreocupação de tal ordem que permite que todos os eventuais problemas sejam relativizados, até ao ponto em que nem se importam com o sítio ou sobre quem, soltam as suas necessidades fisiológicas.

Entretanto, desde que acordei, é esta música que vai tocando em repetição na minha rádio inter-craniana.

A propósito de ninhos e pássaros… e outros

Outubro 23rd, 2008
Muito a propósito este sketch dos Monty Python… ou não… se calhar não… parece também que faltam umas legendazinhas…
Foi o que se arranjou.