Feliz Natal

Dezembro 23rd, 2010

Carteiras economizadoras

Dezembro 22nd, 2010

Enquanto escrevo, milhões de pessoas estarão a fazer compras de Natal de última hora, com forte possibilidade de se deixarem levar por compras de impulso e gastarem mais do que desejariam e poderiam, sem sequer se aperceberem.

Pensando nestas pessoas e noutras com iguais problemas em gerir as suas economias, os laboratórios do MIT desenvolveram umas carteiras que encolhem à medida que o seu dono vai gastando dinheiro ou usando os cartões de crédito, dificultando assim o acesso ao chamado “pilim”, para evitar consumo excessivo.

Existem três modelos diferentes, todos equipados com um computador interno que está ligado a um smartphone do utilizador via Bluetooth, permitindo acesso permanente à situação do saldo da sua conta bancária.

Quanto mais o dono gasta, mais esforço a carteira faz para dissuadi-lo de continuar a gastar, acrescentando a dificuldade de aceder fisicamente ao dinheiro e aos cartões.

O criador, John Kestner, chama-lhes “Proverbial Wallets“, qualquer coisa como “carteiras sábias” e era muito bom que fosse a próxima aquisição do Estado português para oferecer à sua administração pública.

Revelação Wikileaks: Pai Natal não existe

Dezembro 20th, 2010

A mais recente bomba da Wikileaks rebentou nos programas infantis como Noddy, Winx e Ruca, os meios de comunicação escolhidos para divulgar a toda a pequenada a sua mais recente e polémica descoberta: o Pai Natal afinal não existe.

Segundo a Wikileaks, que conseguiu esta informação através de um duende anónimo que tem um caso com uma ex-secretária do embaixador dos EUA na Lapónia, e que conseguiu ter acesso aos seus e-mails, um senhor encorpado e barbudo é contratado todos os anos, num casting secreto organizado conjuntamente pelos governos dos EUA, Reino Unido, Lapónia e pela Associação dos Avós.

O senhor escolhido é depois sujeito a uma operação na garganta para o impedir de revelar verbalmente o segredo, conseguindo apenas emitir o som “OH”, sendo-lhe simultaneamente feito um branqueamento capilar e a implantação de luvas felpudas e sem dedos, para não poder escrever mensagens nem executar linguagem gestual.

No conteúdo dos e-mails agora divulgados revelam-se factos assustadores e dignos de exposição pública, como o patrocínio encapotado da Coca-Cola a esta fraude de proporções mundiais, a falta de chip nas renas que indicia que não estarão devidamente registadas nem vacinadas, o envolvimento de pais de todo o planeta que forjaram cartas durante anos (o teor dessas cartas será também divulgado aos poucos nos próximos dias), e a enorme falta de consideração por outros símbolos natalícios, inclusivamente com desrespeito directo na referência ao próprio fundador da quadra, Jesus Cristo, que é mencionado na correspondência por alcunhas como “Berçolas”, “Fraldinhas”, “Pastel de Belém” ou “Pirralho”.

O fundador da Wikileaks, Julian Assange, afirmou que está muito feliz pela partilha desta informação com as crianças de todo o mundo e já garantiu que não ficará por aqui na sua luta pela transparência e liberdade de expressão, prometendo para breve novas revelações acerca do Coelhinho da Páscoa, da Fada do Dente, da WWE e dos truques de Houdini.

Pai Natal bêbado

Dezembro 9th, 2010

Todos temos dias maus e dias de festa.

Qualquer uma das duas situações é pretexto para muita boa gente apanhar uma bebedeira à antiga portuguesa, numa atitude considerada normal por grande parte da população.

O que ninguém está à espera é que um dos símbolos mágicos do Natal se entregue também ao álcool da mesma forma que o comum dos mortais.

Muitos acreditarão no Pai Natal, outros não, mas uma certeza que todos teriam é que, a existir, o senhor beberia exclusivamente Coca-Cola.

Mas não.

Pelos vistos o Pai Natal também se deixa levar pela etilização abundante, com consequências desastrosas que o levam até ao degredo, como se pode comprovar no vídeo abaixo.

Espero que ao menos tenha tido a decência de não vomitar para dentro do saco das prendas, nem de acordar as renas para as conduzir num passeio nocturno.

Música no coração

Dezembro 6th, 2010

O filme “Música no Coração“, além de ter ganho o Óscar para melhor filme em 1966, marcou profundamente a minha geração.

Quem tem a minha idade já teve que ver este filme e  através das músicas intemporais, da narrativa tocante, das belas paisagens alpinas, ou, quanto mais não seja, pela incessante repetição em época natalícia, recorda-o seguramente, com mais ou menos saudade.

O que se calhar pouca gente sabe é que a família Von Trapp existe na vida real, e que o filme surge de uma adaptação de um livro escrito pela própria Maria Von Trapp em 1949.

Para os adeptos mais fervorosos do filme, existe a possibilidade de visitarem os sítios onde o filme foi rodado, verem um musical adaptado do filme em Graz ou na Broadway e até comprar on-line toda a memorabilia relacionada com o filme.

Para quem apenas tiver uma ligeira saudadesinha e o quiser relembrar, é uma questão de estar atento, porque nos próximos dias deve aparecer na programação de um qualquer canal português.