O verdadeiro “Chico Fininho”

Outubro 14th, 2009
O verdadeiro “Chico Fininho” apresentou-se no casting dos Ídolos este ano e é já um extraordinário sucesso.
Como sei que há muita gente que ainda não teve oportunidade de ver este grandessíssimo cromo, aqui ficam os vídeos.


Sem sanita não há casamento!

Outubro 13th, 2009
No estado indiano de Haryana, a arte de cortejar tem contornos de negociação feroz, sendo as mães das futuras noivas as responsáveis pela negociação das condições que o pretendente a noivo terá que oferecer para merecer o direito ao casamento.
De há uns anos para cá existe nesta localidade uma campanha que simplifica esta negociação.
“Se não tem uma sanita decente em sua casa, nem sequer pense em casar com a minha filha!”, é a frase que resume as condições mínimas para o início de conversa.
Tudo isto porque, segundo consta, existem na Índia mais casas equipadas com televisão do que com sanitas e 660 milhões de pessoas que defecam ao ar livre.
A campanha aparentemente tem resultado, já que se estima que, desde 2005, já foram construídas cerca de 1,4 milhões de sanitas neste estado.
O próximo passo deverá ser embrulhar as sanitas em caixinhas de veludo para oferecer no dia do pedido de casamento.
Será que eles tiram a medida ao rabo das futuras noivas para caber na perfeição?
E como é que o fazem se nem sequer as podem medir com os olhos?
Se a moda pega, imagino a Exponoivos, cá em Portugal, a pedir patrocínios à Valadares, Roca ou Sanindusa e a publicitar a nova secção de sanitas nupciais… e depois os futuros noivos a experimentarem lá as sanitas, para ver se gostam e se lhes fica bem.
Cenário bonito.

Tesourinho eleitoral

Setembro 21st, 2009
Tenho falado deste tempo de antena, a que os Gato Fedorento no seu esmiuçanço de sufrágios fizeram o favor de dar visibilidade, a muita gente.
Acho que este é um dos melhores “tesourinhos deprimentes” de todos os tempos, com a particularidade de não ser dos anos 80, e por isso tinha que o pôr aqui, porque verifiquei que ainda há muita gente que não o viu.

Toca a despir… enquanto não chove

Julho 23rd, 2009
Acho maravilhosa a relação de cumplicidade entre a religião e sexo.
Já tive oportunidade de falar aqui nisso, de uma forma ou de outra, mas esta estória é simplesmente deliciosa.
No estado de Bihar, na Índia, a falta de chuva, que aparece normalmente no período das monções, levou os agricultores locais a adoptarem uma estratégia, no mínimo, curiosa.
A estratégia passa por pedir às jovens solteiras para semearem os campos nuas.
O objectivo é embaraçar os deuses, a tal ponto que eles se sintam na obrigação de enviar chuva para as plantações crescerem e taparem as meninas.
Ora aí está o que eu chamo de um excelente pretexto, e imaginei logo o diálogo dos dois agricultores que tiveram esta ideia peregrina.

– Tá um calor insuportável Rachid, não me apetece nada semear hoje.
– A mim também não Vijay. A mim agora apetecia-me ver umas miúdas nuas a semear por mim ali no campo, e nós ficávamos aqui a beber uma cervejinha e a mandar bitaites, isso é que era!
– Era bom era, mas isso é pecado Rachid, os Deuses iam-nos castigar de certeza.
– Olha lá, mas podíamos dizer que estávamos a fazer isto precisamente para Lhes chamar a atenção, não achas?
– Tipo dizer que Eles andam distraídos e que deviam ter vergonha porque as coitadas das meninas até já têm que andar nuas porque não chove e não temos dinheiro para lhes dar roupa?
– Isso! Não é genial?
– Mas tu acreditas que isso vai dar resultado?
– Se tu acreditares, eu acredito. Acreditas que os Deuses existem não acreditas?
– Acredito.
– E achas que Eles iam aprovar que as miúdas andassem por aí sem roupinha, a mostrar as partes pudengas a todos?
– Não.
– Então lá está! Fazemos chover e ainda vemos umas miúdas nuas. É perfeito.
– E se corre mal Rachid?
– Se corre mal o quê Vijay? Se chover temos boas plantações, se não chover vemos miúdas nuas. Ganhamos sempre.

Não posso garantir que este diálogo tenha ocorrido, provavelmente até é bastante descabido, mas o facto é que elas lá andam, nuazinhas, a semear os campos…enquanto não chove.

O melhor fica sempre para o fim :)

Julho 2nd, 2009