Óculos piercing

Novembro 26th, 2010

Passa muito tempo à procura dos seus óculos?

Precisa de usar óculos, mas as hastes a roçar na cabeça causam-lhe irritação na pele?

Vê mal, não tem orelhas, mas não pode usar lentes de contacto?

Está farto das inestéticas marcas brancas, que irradiam na sua cara no final do Verão, causadas pelas hastes dos seus óculos?

É habitual pendurarem-lhe post-it nas hastes, e isso deixa-o furioso?

Tem medo de ser operado com laser porque viu a Guerra das Estrelas e acha que o laser mata?

Não admite que lhe chamem caixa de óculos e quatro olhinhos só porque não tem um piercing na ponte nasal?

Todos este problemas têm solução com os Óculos Piercing.

Este revolucionário artigo – que poderia perfeitamente estar à venda na Melga Shop, por apenas 99,99€ – foi criado por James Sooy e Oliver Gilson, que se lembraram que bastaria inserir um piercing no interior da ponte nasal e depois fazer umas adaptações com íman, capazes de apoiar as lentes e suportar o seu peso.

Depois é só juntar as adaptações ao piercing e esquecer os incómodos provocados pelas hastes.

É, ou não é, absolutamente fantástico?

Equipamento policial anti-chuva

Junho 13th, 2010

No regresso de Paris, brindado com uma recepção chuvosa, deparei com esta imagem, ilustrativa do sofisticado equipamento policial que se usa cá pelo burgo.

A fotografia foi colhida à distância, mas dá para perceber que este agente da P.S.P. está excelentemente equipado, com uma camisinha de manga curta e guarda-chuva, que lhe permite o abrigo da intempérie, mas também o dota de algum estilo.

Fiquei particularmente sensibilizado pela coerência na conjugação de cores, a denotar sobriedade e bom gosto de quem escolhe o fardamento e seus respectivos acessórios.

Facto digno de nota é o de o referido agente, que tinha a missão de regular o trânsito automóvel, ter tido com certeza problemas em regular o seu próprio trânsito intestinal, já que, momentos antes, um carro que se dirigia em alta velocidade na sua direcção lhe pregou um susto tal, que ele teve que saltar a barreira da via rápida para a outra faixa.

Tudo isto sem deixar cair o guarda-chuva, que até o deverá ter ajudado a estabilizar o vôo e a suavizar a aterragem.

A raquete é que foi parar ao chão, para não fazer esta manobra com peso excessivo.

Bicideira ou Passicleta?

Maio 4th, 2010

Estão indecisos entre comprar uma bicicleta ou uma passadeira? Não pensem mais nisso!

Agora já não há razão para indecisões, porque alguém se lembrou de juntar estes dois conceitos num só aparelho.

Falta saber o que lhe chamarão: bicideira ou passicleta?

O vídeo abaixo mostra esta fantástica (?) invenção em funcionamento.

Atenção! Prostitutas

Abril 8th, 2010

Já ouviram dizer que determinada mulher anda “ao ataque”, para identificar uma senhora que  disponibiliza o seu corpo para usufruto e prazer alheio, a troco de dinheiro?

Parece que em Treviso as autoridades levam esta “ameaça” muito a sério.

Tão a sério que até já criaram um sinal de trânsito que identifica as zonas onde elas normalmente podem ser encontradas.

Nós por cá temos um sinal idêntico, só que aparece uma vaca desenhada… em vez de uma senhora de salto alto, mini-saia, cabelo solto, busto generoso e bolsinha na mão.

Apesar dos pontos em comum, como a distribuição cromática, quer-me parecer que talvez estes dois sinais não tenham a mesma finalidade.

O objectivo deste sinal é para mim um bocado confuso, porque duvido que as senhoras em questão se atirem para a frente dos carros em andamento, provocando acidentes e estragos nas viaturas.

Será que as autoridades querem dar esta informação da mesma forma que avisam que mais à frente se pode encontrar um posto de abastecimento?

Ou é uma forma de incentivo ao negócio das senhoras, para que nenhum condutor passe sem se aperceber que elas estão lá, aumentando assim as hipóteses de angariar novos clientes?

É que de facto é muito difícil uma pessoa aperceber-se, porque elas normalmente vestem roupas muito discretas, e um tipo anda tão atento aos sinais que nem nota que está uma mulher com um cinto-saia vestido e a abanar os seios na berma da estrada!

Talvez seja também uma sinal de informação turística, não vá um visitante estrangeiro pensar que as senhoras são religiosas ajoelhadas à procura de doações.

Pode ser só fetiche de algum funcionário camarário que prefere as mulheres com sinais, mas seja qual for o motivo, e mesmo não estando legalizadas, ao menos estão bem sinalizadas.

Sexo na mata

Março 24th, 2010

Não é novidade para ninguém o recurso a locais ermos, normalmente no monte, para práticas sexuais de casais, que vêem nesses locais o sítio ideal para fazer o chamado amor.

O que é novidade, isso sim, é a forma como algumas autarquias responderam ao excesso de população a recorrer a estes sítios.

Na localidade inglesa de Darwen, Lancashire, foram recentemente “limpos” 12 hectares de floresta, tendo sido abatidas cerca de 6.000 árvores, para evitar que a região virasse um motel a céu aberto.

Parece-me que esta medida vai contra todas as políticas de protecção ambiental e, mais importante ainda, de incentivo ao aumento da natalidade e do bem-estar cardiovascular dos cidadãos de Darwen.

É por isso que depois é necessário recorrer a pavilhões industriais, como já aconteceu no Japão, onde 500 pessoas quase se acotovelam para ter um espacinho onde possam relacionar-se intimamente com a pessoa amada.

Vendo as imagens, salta ao olho (passe a expressão) a falta de ambiente e a frieza do cenário, que seria concerteza enriquecido pela envolvente propiciada pela Natureza para tão terno momento.