Nossa Senhora!

Dezembro 21st, 2008
A edição de Dezembro da Playboy mexicana saiu com esta magnífica capa.Aparentemente, a Igreja mexicana revoltou-se porque esta imagem seria uma evocação da Virgem Maria.

A mim parece-me claramente uma birra com origem num só facto:

Os cardeais e bispos mexicanos não foram convidados para a sessão fotográfica!

Imaginem que acordam um dia e e deparam com um conjunto de fotografias, tiradas num cenário muito parecido com a vossa casa, a uma mulher lindíssima, a transpirar sensualidade.
Imaginem também que fazem a afronta de fazer essa sessão fotográfica sem vos dizerem nada, não vos convidando para observar in situ tão angelical cenário.
É claro que isto deixaria qualquer um fora de si!
É claro que a Igreja tinha que se revoltar.
É claro que a Playboy devia ser punida.
No entanto, porque o Mundo é injusto, as vendas desta revista dispararam para uns pouco habituais números de mais de 80000 unidades vendidas nos primeiros dias (o equivalente à média de vendas mensal), por causa da polémica levantada.
Isto porquê?
Porque, para se documentarem e prepararem da melhor forma a sua argumentação anti-Playboy, todos os padres mexicanos se viram forçados a comprar a revista, o que lhes causou, certamente, um enorme transtorno.
Até porque deve ser difícil ver esta revista sem pecar, pelo menos em pensamento.
Consta até que a medida adoptada imediatamente a seguir foi guardar o exemplar na mesinha de cabeceira, para evitar que mais pessoas tivessem a tentação de folhear a revista, zelando assim pela pureza de pensamento da população mexicana.
Também os donos de capelas mais pequenas ou pequenos santuários privados devem ter corrido para as bancas, mas apenas com o intuito de tirarem ideias para a decoração das mesmas.
Estou mesmo tentado a pensar que mesmo as mais beatas mexicanas se apressaram a comprar a revista, mas para tirar ideias de moda para a colecção Igreja Primavera/Verão.

Cerveja e Televisão

Dezembro 20th, 2008
Uma peça fundamental em qualquer bar que se preze:

A bica de cerveja com uma televisão incorporada.

O cliente pode assistir ao jogo da bola enquanto espera que saia o fininho fresquinho, sempre juntinho da fonte, como convém, não vá a bejola aquecer no caminho.
Melhor que isto, só se tiver acoplado um dispensador de amendoins.
Isso ainda não inventaram, mas já podem ver aqui a diversidade de possibilidades que esta maravilha da técnica nos oferece.

A Mina

Dezembro 18th, 2008
Esta foto é provavelmente da coisa mais curiosa que vi durante a minha última viagem.
Perto da localidade de Entrimo, em Espanha (ou melhor, na Galiza, como se vê nas placas fronteiriças) descobrimos esta casa, com o sugestivo nome de “A Mina”, que entrava monte dentro, sem nenhum sinal visível de ter luz natural.
Infelizmente as portas não estavam abertas, por isso não pude verificar como era o interior, mas do lado de fora, dava para ver que estava tudo muito arrumadinho e limpinho e com aspecto de estar a ser utilizado com regularidade.
O intercomunicador, as cadeiras para usufruir do pequeno hall ao ar livre, juntamente com um armário onde se encontravam alguns copos e pratos, à beira de um lavatório e um pequeno barbecue, davam sinais desse uso e do cuidado dos proprietários.
A foto não é das melhores, mas foi o que se pôde arranjar, de passagem.

Férias de Inverno… a mini-reportagem fotográfica

Dezembro 18th, 2008
Pois é… tudo o que é bom acaba e cá estou de regresso da minha pausa Invernal.
O quartel-general foi no Soajo (não confundir com qualquer jogador do Benfica), mas a viagem prolongou-se para outros sítios do nosso magnífico Parque Nacional Peneda-Gerês, com uma breve incursão à parte espanhola.
Fica aqui a mini-reportagem fotográfica de algumas paisagens de sítios por onde passei.
Tudo fotografias originais (não vá alguém querer direitos de autor) e sem qualquer tratamento ou pós-produção.
Soajo

Mezio

Ermelo

Poço Negro – Soajo

Portela do Homem

Portela do Homem

Cafeteria perto de Baiona

Novembro 20th, 2008