Red Bull Air Race afasta fanáticos religiosos

Setembro 15th, 2009
Ao observar a lista de pilotos do Red Bull Air Race apercebi-me que não havia nenhum piloto árabe ou que pelo menos aparente devoção pelo Islão.
Isto não será à toa, seguramente, porque o objectivo é passar no meio de duas torres sem lhes tocar e não se ganha pontos por fazer um “desvio” para a multidão e gritar “Allahu Akbar!“, descendo vertiginosamente contra ela.
O prémio final não passa por ter 70 virgens à espera deles, e esse é um factor desmotivador para qualquer fundamentalista islâmico que se preze, que não competirá por menos que isso.
A organização tem que cortar em alguns custos e então, modestamente, só pode dispor de três meninas da Red Bull a acompanhar os pilotos no pódio… e não consta que fiquem com eles para todo o sempre.
Além disso, não estão coladas ao frigorífico e por isso presumo que já não têm hímen.
Vamos pensar positivo e assumir que vamos poder continuar a ver este evento anualmente, descansadinhos e sem nenhum acidente, com pilotos religiosamente moderados, porque o espectáculo é espantoso.

Regresso de férias

Agosto 24th, 2009
O que é bom acaba rapidamente, ou pelo menos deixa essa sensação.
Mais do que um prazer pessoal, o dolce fare niente é um dom intrínseco que cultivo com muito gosto e no qual me tenho aperfeiçoado.
Desenvolvo a actividade de “não fazer absolutamente nada” com bastante vontade e dedicação, e por isso faço-o melhor que ninguém!
Tenho jeito para isto, quase me atreveria a chamar-lhe vocação, e portanto as coisas correm, naturalmente, bem.
O roteiro desta vez incluiu Afife, Viana do Castelo, Póvoa de Varzim, Vila do Conde, Porto, Gaia, Nazaré, Alcobaça, Osso da Baleia, Figueira da Foz e Aveiro, com dois “quartéis-generais”: primeiro em Mindelo e depois em São Pedro de Moel.
Foram dez dias muito bem passados, em boa companhia e que deixaram a vontade de voltar a visitar muitos destes sítios, o que, só por si, ilustra bem o quão satisfeito estou.
Depois vem a sensação boa do regresso ao ninho, às nossas coisas, ao nosso espaço, ao nosso conforto.
Hoje vem o regresso dos mails, telefonemas, contactos, planos e reuniões, mas com as baterias carregadas e, portanto, com o optimismo e alegria habitual.

Pincães e Misarela

Julho 21st, 2009

http://www.blogger.com/img/videoplayer.swf?videoUrl=http%3A%2F%2Fv3.nonxt5.googlevideo.com%2Fvideoplayback%3Fid%3D1f570862c74a5cb0%26itag%3D5%26begin%3D0%26len%3D86400000%26app%3Dblogger%26et%3Dplay%26el%3DEMBEDDED%26ip%3D0.0.0.0%26ipbits%3D0%26expire%3D1265318695%26sparams%3Did%252Citag%252Cip%252Cipbits%252Cexpire%26signature%3D7C351A7BE2E95E0D16E8EACA03DCF0743ED79FBB.26F8DCF379E47022C4AF998416D7BD11DA54DDF2%26key%3Dck1&nogvlm=1&thumbnailUrl=http%3A%2F%2Fvideo.google.com%2FThumbnailServer2%3Fapp%3Dblogger%26contentid%3D1f570862c74a5cb0%26offsetms%3D5000%26itag%3Dw320%26sigh%3DKl-gWlr-hLCeOW6pljVEYJa0kA4&messagesUrl=video.google.com%2FFlashUiStrings.xlb%3Fframe%3Dflashstrings%26hl%3Den

A verdadeira fã

Março 13th, 2009
Desengane-se quem pensa que a música já não inspira as pessoas.
Quem diz que os grupos musicais já não modificam comportamentos e marcam as tendências.
A fotografia anexa é a prova de que um grupo musical como a mui nobre Tuna Universitária do Minho pode servir de inspiração para muita gente.
Neste caso, a forte influência da Tuna está patente na inspirada combinação de roupa que esta cidadã da cidade dos Arcebispos envergava no dia em que foi fotografada.
Fico feliz por ver que o trabalho deste grupo é reconhecido e que já deixou a sua marca, bem funda e sempre presente, no coração e costumes das gentes da sua cidade.

Em época de crise… saldos loucos

Março 5th, 2009
A altura é de crise.
Toda a gente sabe disso.
Desesperados para atrair novos clientes, ou mesmo manter os antigos, os lojistas tendem a recorrer aos mais diversos esquemas que ajudem à venda e começam a utilizar manobras de marketing inauditas até esta altura.
Foi o que ocorreu nesta loja que, segundo o Pedro Ribeiro, fica situada na bela cidade algarvia de Faro.
A iniciativa é no mínimo arrojada, mas desconfio que não faltarão clientes que adiram a esta promoção.

Se a crise se agudizar ainda começamos a ver as floristas a venderem uma rosa, uma noite em hotel e relação íntima por apenas 2€ ou então uma loja de frutas a vender um quilo de morangos por 3€, oferecendo no entanto uma garrafa de champanhe, um banho de espuma, velas perfumadas e um curso prático de sexo tântrico.
Há também a hipótese de se tratar de um simples equívoco ortográfico, mas temos um país com tanto sucesso escolar que não acredito que alguém cometesse um erro destes.