Agente Feijão

Outubro 24th, 2013

No mundo da espionagem, uma das principais virtudes é a capacidade de passar despercebido.

A arte da camuflagem e do disfarce é muito importante para os agentes secretos e do seu bom uso poderá depender as sua sobrevivência.

Erroneamente, muitos têm no camaleão uma referência, mas existe alguém com muito mais a ensinar.

O guru desta arte é tão bom profissional, tão discreto, que poucos o reconhecem como agente secreto.

O Agente Feijão tem características únicas que lhe permitem entrar em qualquer casa do mundo, ser apreciado, fazer o seu trabalho sem ninguém dar nada por isso e sair de gás, por entre constrangimentos ou risos.

Tem a capacidade de se adaptar a qualquer circunstância, apresentando-se verde, vermelho, frade, preto ou manteiga, entre outras variantes mais ou menos conhecidas.

Consegue trabalhar com os mais variados tipos de agente, seja ele porco, búzio ou farofa, complementando-os na perfeição e denotando uma versatilidade acima de média.

A empatia que consegue estabelecer com as suas vítimas é tal, que mesmo gerando grandes explosões internas, as pessoas continuam a recorrer a ele.

Estejam atentos, a partir de agora, porque ele cairá sub-repticiamente na vossa sopa, quando menos estiverem à espera.

RC-Chili-Beans-940x626

Secreta… mas pouco

Outubro 21st, 2010

O maior medo dos serviços secretos de qualquer país é que, ao serem descobertos, os seus espiões ponham a nú todos os seus segredos.

Neste caso a Rússia viu confirmados os seus piores receios, quando a espiã Anna Chapman foi descoberta pelas autoridades dos EUA e deportada para o seu país natal.

Uma coisa ainda por explicar: porque é que os americanos andavam todos atrás dela e mortinhos por apanhá-la, e depois a mandaram embora? Não se compreende!

Voltando ao secretismo – ou falta dele  – parece-me que esta menina talvez tenha  um problema em passar despercebida, e daí o seu insucesso, mas no regresso à Mãe Rússia as autoridades deviam ter acautelado melhor as suas condições de vida futura, porque na falta de oportunidades no mercado  de espionagem interna, esta ex-espiã viu-se forçada a revelar os seus segredos mais íntimos nas revistas masculinas.

É a figura sensação do momento, a aquecer as discussões do frio país, com direito a capa na Maxim e promessa de aparição em breve na Playboy.

Já tem direito a site próprio e, a julgar pelo vídeo de apresentação, vai com certeza ter muito mais sucesso expondo-se perante as câmaras fotográficas do que a esconder-se das câmaras de vigilância.

Mossad – Os segredos da espionagem israelita

Fevereiro 19th, 2010

A divulgação deste vídeo com alegados operacionais da Mossad em plena operação no Dubai, fez-me ir buscar ao meu baú de memórias um livro que li há uns anos, que ainda é, para mim, uma referência.

O livro é uma narração na primeira pessoa, de um ex-operacional da Mossad e conta pormenorizadamente como trabalha esta organização secreta israelita.

Desde o recrutamento, passando pelo treino, manobras políticas e operações reais, tudo o que Victor Ostrovsky sabia sobre a Mossad, está publicado neste livro.

É um excelente documento em que nos são dados detalhes deliciosos sobre o sub-mundo da espionagem global, onde são revelados segredos e truques e onde nos podemos aperceber da importância que os serviços secretos desempenham na política mundial, e como são instrumento para os mais variados fins.

Indispensável leitura para quem tiver interesse pela espionagem, política mundial e estratégia militar.