Companheira de carteira

Junho 16th, 2009
Desde pequeninos, após a entrada na escola, nos habituamos a ter os chamados “companheiros de carteira”.
São normalmente pessoas que, na nossa meninice, consideramos próximas e com quem partilhamos muita coisa da nossa vida, muitas experiências e descobertas.
Agora, mais velho, cheguei à conclusão que não partilhava uma coisa com os amigos que se sentavam ao meu lado nas mesas de escola da minha juventude, e que é fundamental para a expressão “companheiro de carteira” fazer sentido.
Não partilhava com eles o meu dinheiro e as minhas despesas!
Descobri isto porque agora tenho quem partilhe comigo essas responsabilidades económico-financeiras, o que é o mesmo que dizer que partilhamos as nossas carteiras.
Ou seja, ela é que é a minha verdadeira companheira de carteira e não aqueles amiguinhos que não me ajudavam sequer a pagar um gelado.
Muito menos o faziam todos os meses!
Sendo assim vou reformular a expressão infantil e vou começar a referir-me aos meus amigos de juventude como companheiros de mesa de sala de aula ou companheiros de posto de aprendizagem.

Um ano de não fumador

Junho 12th, 2009

Amanhã vou festejar mais um aniversário.

É o segundo aniversário que comemoro este ano.
Há aproximadamente duas semanas comemorei o meu aniversário natalício e agora estou a poucas horas de comemorar o primeiro aniversário de não fumador.
Depois de 16 anos a fumar (16!) e de algumas tentativas frustradas para deixar este vício, confesso que pensei ser impossível um dia poder festejar esta efeméride.
O facto é que ao final de um ano continuo sem fumar.
E como é que me sinto?
Muito bem!
A comida sabe melhor, as escadas não custam tanto a subir, os dedos não estão amarelos, consigo dormir com as vias respiratórias mais desobstruídas e já não acordo a tossir como se o coração fosse sair pela boca.
O balanço é, portanto, extremamente positivo e espero então celebrar muitos mais aniversários, sempre de boa saúde e smoke free.

Hotel Casino Chaves

Junho 2nd, 2009
Dirão os mais atentos que eu não escrevo há muito tempo.
E têm razão, apesar de serem só três.
A juntar ao pouco tempo que tenho tido ultimamente, devido ao crescendo de trabalho, outra coisa me afastou deste blogue.
Festejei o meu aniversário no último fim-de-semana e portanto estive muito longe de computadores.
Foram dois dias fantásticos, com a família mais próxima, muito diferentes do habitual e onde tive o prazer de usufruir de um espaço que desconhecia e que me encheu as medidas.
O Hotel Casino Chaves é um espaço moderno, bonito, bem integrado na paisagem, com materiais de muito boa qualidade, simpatia no serviço e boas acessibilidades.
Não sou grande apreciador de jogo, portanto também não foi muito o tempo passado no casino.
Mesmo assim não pude deixar de dar lá um saltinho, mas não foi o que mais me impressionou, até porque o achei um bocado pequeno.
O que me impressionou, isso sim, foi a parte de health-club e piscinas, principalmente a piscina de exterior, que parece um espelho de água que entra pela paisagem transmontana dentro.
À noite na Sala Península, o jantar-espectáculo valeu a pena, apesar do espectáculo ser de muito má qualidade.
Passo a explicar: a comida era boa, o atendimento muito bom, a música ambiente (ao vivo) de boa qualidade e, no final, fui presenteado com champanhe e bolo acompanhado dos “Parabéns a Você” cantados em uníssono por toda a sala a pedido da banda residente.
A experiência “encavacante” e que me deixou com uma vontade enorme de me esconder debaixo da mesa, vai ficar seguramente nas minhas memórias.
Estou intimamente ligado a esta região, porque aí passei os meus primeiros anos de vida e por isso fiquei muito contente, por ver que conta com este espaço de excelente qualidade, que será futuramente acompanhado, em Vidago, pelo projecto Aquanattur, tornando assim esta região num pólo de interesse turístico muito bem equipada.
Se não conhecem, acreditem que vale a pena 😉

Sem tempo

Maio 27th, 2009
No outro dia ouvi alguém perguntar na rua “Tem horas?” e automaticamente a resposta que me veio à cabeça foi “Não… não tenho! E se combinássemos para a semana? Acho que vou conseguir arranjar uns minutitos lá para quinta-feira, pode ser?”

Mudanças

Abril 9th, 2009
As últimas 6 semanas foram um autêntico turbilhão.
Um conjunto de mudanças de grande envergadura na minha vida.
Mudança de ninho, mudança de hábitos, mudança de estrutura familiar, mudança de velocidades, mudança do edifício emocional, mudança de humor, mudança de rotinas… muitas mudanças para tão pouco tempo.
As mudanças, muitas delas, geraram neste período em mim muitas angústias, dores, impaciências, incertezas, dúvidas, mágoas.
Mas muitas trouxeram-me também muito apoio, solidez, confiança, esperança, prazer, novidades, …
Nem sempre foi fácil gerir este sobe e desce de emoções e sentimentos, de tempos e esperas, o vai e vem permanente a todos os níveis, a falta de tempo para usufruir das boas e para poder responder da melhor forma às más.
A única certeza que tenho é que todo este processo ainda está longe de ter terminado e que 2009 vai ser um ano de muitas e muitas mudanças.
Para já, sem querer modificar muito mais, vou desejar somente uma boa Páscoa a todos.