Carteiras economizadoras

Dezembro 22nd, 2010

Enquanto escrevo, milhões de pessoas estarão a fazer compras de Natal de última hora, com forte possibilidade de se deixarem levar por compras de impulso e gastarem mais do que desejariam e poderiam, sem sequer se aperceberem.

Pensando nestas pessoas e noutras com iguais problemas em gerir as suas economias, os laboratórios do MIT desenvolveram umas carteiras que encolhem à medida que o seu dono vai gastando dinheiro ou usando os cartões de crédito, dificultando assim o acesso ao chamado “pilim”, para evitar consumo excessivo.

Existem três modelos diferentes, todos equipados com um computador interno que está ligado a um smartphone do utilizador via Bluetooth, permitindo acesso permanente à situação do saldo da sua conta bancária.

Quanto mais o dono gasta, mais esforço a carteira faz para dissuadi-lo de continuar a gastar, acrescentando a dificuldade de aceder fisicamente ao dinheiro e aos cartões.

O criador, John Kestner, chama-lhes “Proverbial Wallets“, qualquer coisa como “carteiras sábias” e era muito bom que fosse a próxima aquisição do Estado português para oferecer à sua administração pública.

Música no coração

Dezembro 6th, 2010

O filme “Música no Coração“, além de ter ganho o Óscar para melhor filme em 1966, marcou profundamente a minha geração.

Quem tem a minha idade já teve que ver este filme e  através das músicas intemporais, da narrativa tocante, das belas paisagens alpinas, ou, quanto mais não seja, pela incessante repetição em época natalícia, recorda-o seguramente, com mais ou menos saudade.

O que se calhar pouca gente sabe é que a família Von Trapp existe na vida real, e que o filme surge de uma adaptação de um livro escrito pela própria Maria Von Trapp em 1949.

Para os adeptos mais fervorosos do filme, existe a possibilidade de visitarem os sítios onde o filme foi rodado, verem um musical adaptado do filme em Graz ou na Broadway e até comprar on-line toda a memorabilia relacionada com o filme.

Para quem apenas tiver uma ligeira saudadesinha e o quiser relembrar, é uma questão de estar atento, porque nos próximos dias deve aparecer na programação de um qualquer canal português.

Rimadores experientes

Abril 5th, 2010

A felicidade procura-se, e à falta de outras capacidades dignas de nota, este senhor de provecta idade decidiu realçar o que de bom tem, para captar a atenção do sexo oposto.

Gabo-lhe a criatividade e originalidade, espero que tenha muito sucesso e vou treinando para, quando chegar à idade dele, estar apto a poder seguir as suas pisadas.

Chegar aos 80 anos

Sem ninguém para satisfazer

É a sina de muitos decanos

Que ainda querem dar prazer

Massagens ao domicílio

São excelente solução

Sempre contando com o auxílio

Do seu carro em segunda mão

À falta de mais pujança

Para uma mulher contentar

Depositam confiança

Na arte de bem rimar

São bardos com experiência

Rimadores de palavras bonitas

No corpo têm insuficiência

Mas na boca, frases catitas

Sigla o dia todo

Março 16th, 2010

Há uns dias saí de casa em direcção ao Porto, para ter umas reuniões na ANJE e na AEP, para me elucidarem sobre uns programas de apoio às PME’s.

Rádio sintonizada na RUM, e lá segui eu pela A3.

Mudança intermédia de rádio, para a RFM, onde passavam músicas nostálgicas dos UHF, dos GNR e dos REM.

Felizmente tenho o rádio equipado com RDS e então a emissão mudou para a TSF, para uma informação de que um acidente na VCI estava a congestionar o trânsito e as filas no acesso ao Porto começavam antes do parque da STCP.

Assim sendo, consultei nova rota no GPS, que me enviou pela A41 (ou IC24), com ligação à A28 (ou IC1), passando pelo terminal TIR em direcção ao Porto.

Na passagem pelo aeroporto Francisco Sá Carneiro, que é gerido pela ANA, ainda vi um avião da TAP a levantar vôo, mas o meu dia é que não descolou como deve ser, porque fui aconselhado a consultar outras associações empresariais que, pela proximidade, me poderiam dar uma ajuda mais eficaz.

Sugeriram-me a AIMinho, a ACB, a ADRAVE ou a ATAHCA.

Já tinha trabalhado com algumas no âmbito do QI PME e por isso não me custou nada re-activar esses contactos, para obter mais informações sobre o QREN, o PRODER, o FEDER, o SII&DT, o SII ou o SIQ, enfim, tudo o que pudesse ser útil.

Mas nesse dia já não era possível marcar mais reuniões, porque tinha a tarde livre para tratar de assuntos pessoais – tinha de ir ao CTB, onde estava agendado uma TAC há imenso tempo, e ir a um banco obter informações.

À vinda já não mudei mais de estação de rádio, para ir actualizando as notícias, que nesse dia falavam de uma denúncia por parte do PSD e do CDS/PP sobre alegada fuga de informações do SIS, a que o PS também disse estar atento, umas greves convocadas pela CGTP/IN e pela UGT e ainda um estudo apresentado pela OPEP sobre o preço do petróleo e a notícia de uns avisos do FMI ao BCE.

Pelo meio ainda foram divulgados alguns dados novos recolhidos pelo INE e falou-se também de novas iniciativas do AICEP.

No desporto, mais uma queixa ao CD da FPF apresentado pelo SLB, depois do jogo da Taça e a apresentação do relatório e contas da SAD do FCP.

O regresso foi feito vagarosamente, porque as luzes do ABS e do EPS acendiam de vez em quando, vá-se lá saber porquê.

À chegada a Braga, nova onda de trânsito, porque um autocarro dos TUB bateu contra um UMM junto à GALP.

Mesmo com a PSP a tentar agilizar a coisa – já lá estava também uma VMER do INEM e um carro da AGERE a remover destroços – perdi imenso tempo.

Passado isto tudo, e depois de feito o exame, dirigi-me ao BCP, onde me deram todas as informações que precisava sobre PPR’s, e fiquei elucidado, principalmente sobre os benefícios directos no IRS.

Para comparar ainda passei pelo BES e pelo BBVA, porque não consigo nunca ficar descansado com a linguagem deles e as TAEG, TAE, TANB e essas coisas.

Durante a tarde ainda tive tempo de passar pelo CTT, pela EDP e dar uma fugida até à FNAC.

Gosto muito de visitar a secção de CD’s e DVD’s deles e desta vez fui à procura de um filme policial ou de espionagem.

Independentemente de ter agentes do FBI, CIA, MI6 ou KGB, o que importava era que tivesse muita acção.

Como não encontrei nada que me enchesse as medidas, tive que me contentar com o que dava na TV nesse dia, e, como não tenho TVCabo, a escolha fica reduzida a RTP, SIC ou TVI, o que é um excelente motivo para desligar o cérebro cedinho e ir para a cama ASAP.

Muro surpresa

Março 12th, 2010

Este muro construído recentemente é aparentemente normal.

A pedrinha aprumadinha, a arredondar ligeiramente, a contornar o terreno e tal… à primeira vista até se poderá dizer que houve o cuidado de proteger a sinalização vertical que se encontrava no terreno aquando da sua construção, o que é muito bem visto.

Mas este muro é uma espécie de Kinder Surpresa da construção civil e esconde algo por trás de toda aquela pedra.

Uma placa de sinalização mais baixa, que estava naquele local há muitos anos, ficou tapada pelo muro, tornando-se a partir daí completamente invisível para quem procura o empreendimento turístico lá indicado.

Mesmo com terreno disponível à frente do muro, para onde podiam ter movido a sinalização, ninguém se lembrou que aquela informação talvez fosse importante e estivesse lá por algum motivo.

Foi mais fácil assim e, se virmos bem as coisas, isto até acrescenta um pouco mais de aventura para quem procura este espaço.