Shopping domingueiro

Maio 7th, 2012

Uma ida a um shopping num domingo à tarde, com chuva e de início de mês, é uma experiência que fica para a vida.

Domingueiro que se preze conhece neste espaço o seu habitat natural e passeia-se imperturbável, lânguidamente, pelo labirinto de corredores que conhece como ninguém.

Os factores meteorológicos e cronológicos conjugam-se para uma concentração maciça neste local, e é esta a altura certa para lá ir, em jeito de safari sociológico.

Experimentem um dia ficar um tempo sentados num banco de um shopping, a observar a fauna que se apresenta, e sintam a riqueza desta observação.

É uma explosão de odores, camisas abertas, sapatos que brilham, pinturas berrantes, unhas de diversas cores, penteados oxigenados e outros horrores.

Famílias inteiras, noctívagos ressacados, pares novos de namorados, grupos de jovens explodindo de acne e aqui ou ali alguns panilas, que estacionaram os carros em segundas filas.

Fala-se português com vários sotaques, mas também brasileiro, francês e espanhol, tendo todos em comum o passo de caracol.

Olha-se para montras como num museu, comentam-se tendências e compra-se tudo a sonhar, mas não se toca em nada, para não estragar.

Vê-se alegria, admiração, euforia, emoção, birras,  tristeza e resignação, num mar de gente diferente que não tem noção de que é figura nesta procissão.

Ambientes destes fascinam-me, porque me lanço num exercício delirante de adivinhar cada vida através do figurino, dos gestos, dos olhares, dos pequenos diálogos que consigo ouvir na sua passagem.

E divirto-me muito, obviamente.

Do outro lado do shopping estará alguém a observar-me, seguramente, e a questionar-se como pode alguém perder tempo a olhar para as pessoas e a rir-se sozinho?

Não terá mais nada para fazer?


One Response to “Shopping domingueiro”

  1. Marta oliveira on Maio 7, 2012 15:23

    Nem penses que vamos começar a ir ao shopping todos os domingos!!!! Hehehehe

Trackback URI | Comments RSS

Leave a Reply

Name

Email

Site

Speak your mind