Verão fresquinho

Agosto 2nd, 2011

– Bom dia sr. Amílcar! Queria um Verão se faz favor.

– Ó menina, beio mesmo na alturinha certa. Tenho aqui um qui é uma marabilha!

– E é de hoje?

– É sim sinhora! Fresquinho que só ele!

– Fresquinho? Não é melhor quentinho?

– Nem pinsar! Isso era dauntes! Agora é assim que os serbimos: fresquinhos e molhadinhos pu dentro.

– Ai é? Não sabia. E acompanho com um Solzinho?

– Não! Num pode sere, senoum estraga o Beroum.

– Mas eu costumava ir para a praia com um Verão quentinho e um Solzinho e sabia-me muito bem!

– Mas era munto mau pa bocê! Não tem oubido as notícias? Beja lá que se tiber sol só pode estar na praia até às 11h e boltar depois das 17h. Assim pode ir a calquer hora. É munto milhor!

– Se calhar tem razão. Então dê-me lá esse Verão que estou mortinha por sentir a areia nos pés. Mas veja lá se está mesmo fresquinho e húmido, está bem?

– Claro que sim menina. Nem lho daba se num fuosse do milhor! E bou-lhe pôr na saquinha uns lenços de papel e uma mão cheia de antigripais, que são oferta da casa.

– Muito obrigada sr. Amílcar.


Trackback URI | Comments RSS

Leave a Reply

Name

Email

Site

Speak your mind