Lua de Mel

Fevereiro 1st, 2011

A Lua de Mel é uma grande gulodice, com que os recém casados se lambuzam, e nós não fomos excepção.

Voamos à descoberta de uma terra distante, a Tailândia, com nidificação em Bangkok (este é o nome pelo qual a cidade é conhecida mundialmente, mas o nome completo e original dela é muito mais bonito: Krung Thep Mahanakhon Amon Rattanakosin Mahinthara Yuthaya Mahadilok Phop Noppharat Ratchathani Burirom Udomratchaniwet Mahasathan Amon Phiman Awatan Sathit Sakkathattiya Witsanukam Prasit. Os locais pelos vistos limitam-se a chamar-lhe Krung Thep, vá-se lá saber porquê!) numa primeira fase, seguindo depois para Phuket.

Foram doze dias maravilhosos, onde tivemos a oportunidade de contactar com uma cultura muito diferente e extremamente interessante, visitar monumentos únicos, conhecer tradições singulares, degustar uma gastronomia ímpar e usufruir de um clima maravilhoso, por entre paisagens paradisíacas.

Amor, relaxamento, aventura, paz, cultura, buda, praia, divertimento,  alegria, movimento, encantamento, flores, verdejante, paraíso, água, romance, comida, transparente, picante, milhas ou sol são palavras que podem ajudar a definir esta viagem, mas poucos serão os termos que possam definir com exactidão o nosso estado de espírito no final da mesma, tão positiva foi a experiência da estadia neste país.

Baterias carregadas, agora é voltar com força redobrada para o dia-a-dia, guardando todas as memórias destes dias num cantinho muito especial do nosso baú de recordações.

É tempo também de pôr a escrita em dia, porque este ninho tem que ser alimentado, mas para isso vão ser precisos tempo e inspiração – não necessariamente por esta ordem – para voltar ao normal, porque o mel torna as ideias e a escrita um bocadinho peganhentas.


Trackback URI | Comments RSS

Leave a Reply

Name

Email

Site

Speak your mind