Preço Certo

Março 18th, 2010

A vida tende a ser cada vez mais complicada para os concorrentes de O Preço Certo em Euros.

E porquê? Perguntarão vocês sedentos de uma teoria válida que sustente esta afirmação.

Desta vez não há teoria, há uma constatação.

Perdeu-se definitivamente a noção de preço certo, justo, normal ou tabelado, sendo prática comum a inflação artificial dos preços para apresentar, logo à primeira, um grande desconto que invalide ou dificulte qualquer tipo de negociação.

Antigamente era difícil chegar a um desconto, era uma excepção diminuir o preço de tabela, uma forma de prémio ou reconhecimento da importância do cliente, que advinha geralmente de uma relação continuada no tempo ou de uma negociação mais ou menos intensa, mas as coisas já não são como eram.

Ao longo das últimas semanas temos recebido na empresa muitos orçamentos de um determinado sector de serviços, que consultamos pela primeira vez, onde nos dão o valor de tabela, sempre acompanhado do devido desconto comercial.

O valor mínimo de desconto que nos atribuíram foi de 45% logo à primeira abordagem (num telefonema para discutir este orçamento foi-nos informado imediatamente que também neste caso ainda haveria muita margem para baixar o preço), tendo havido muitos valores intermédios de desconto imediato, mas terminando com um fabuloso orçamento onde, sem conhecerem a empresa ou a pessoa que lhes pediu o orçamento de lado nenhum, nos deram um desconto  instantâneo – concerteza simbólico e sujeito a negociação – de uns modestos… 91%!

Assim é mesmo muito difícil saber exactamente qual é o preço real das coisas e uma façanha cada vez maior acertar no valor da montra final, não acham?


2 Responses to “Preço Certo”

  1. ricardo on Março 23, 2010 19:56

    já agora.. de que área é a empresa, só por curiosidade?

    Abraços 😉

  2. PV on Março 24, 2010 9:27

    Media e comunicação. Abraço.

Trackback URI | Comments RSS

Leave a Reply

Name

Email

Site

Speak your mind