Cursebird

Fevereiro 17th, 2010

Hoje é um dia em que, infelizmente, me apetece deixar vencer pela pornolalia e dizer um batalhão asneiras, usar todo o vernáculo ao meu dispor e disparar em voz alta uma enfiada de obscenidades rasteirinhas, para ver se afasto a onda de tristeza e negativismo, que notícias más que surgiram durante a noite de ontem e a manhã de hoje me trouxeram.

Eu acho que o palavrão pode ser catártico, e qualquer dia aprofundarei mais este tema, mas hoje não estou em condições de desenvolver grandes teorias socio-filosóficas.

Apetece-me só passar à acção de os dizer, mas como o pudor me impede de o fazer on-line e publicamente, vou-vos poupar a este chorrilho de palavrões que me perpassa os neurónios, podem ficar descansados.

No entanto, se quiserem ler asneirada da grossa, deixo aqui o link de um site que monitoriza o uso de palavrões no Twitter, e os expõe em tempo real, fazendo até um curioso gráfico com as palavras preferidas dos praguejadores cibernéticos.

O sucesso é tanto que até já tem um seguidor em língua portuguesa, que podem encontrar aqui, se preferirem a verborreia lusófona.

Apesar de haver alguns pontos de contacto (ou coincidências se preferirem) entre esses dois sites e este, asseguro-vos que desta vez não tenho nada a ver com isto, ok?


Trackback URI | Comments RSS

Leave a Reply

Name

Email

Site

Speak your mind