Inglourious basterds

Dezembro 4th, 2009
Só ontem pude ver o mais recente trabalho do Quentin Tarantino, Inglourious Basterds.
A história passasse durante a II Guerra Mundial e acompanha o trajecto de um esquadrão de militares americanos judeus, comandados pelo sanguinário tenente Aldo Raine, conhecido como o “Apache”, interpretado brilhantemente por Brad Pitt.
O objectivo traçado pelo “Apache” não passa por controlo de território nem pela conquista de pontos estratégicos, mas apenas pela matança indiscriminada de nazis.
Cada um dos seus comandados tem um objectivo a cumprir: recolher cem escalpes de nazis.
O destino dos “Basterds” cruza-se com o de Shosanna Dreyfus, uma fugitiva judia, que viu a sua família ser chacinada pela personagem interpretada por Christof Waltz, o poliglota coronel Hans Landa das SS, conhecido como o “Caçador de Judeus”, um cavalheiro impiedoso e sádico, extremamente eficaz na sua missão.
O brilhantismo da interpretação deste último põe-no, a meu ver, num lugar de destaque no universo de personagens com que Tarantino já nos brindou.
Não vou dizer como culmina toda esta barbárie para não estragar nada, vou apenas dizer que Tarantino continua a ser um esteta da violência, servindo-a cruamente e em doses maciças, mas fazendo-a sempre acompanhar de fino humor e ironia, excelentes diálogos e uma magnífica banda sonora.


Trackback URI | Comments RSS

Leave a Reply

Name

Email

Site

Speak your mind