Compradores insistentes

Agosto 25th, 2009
Tenho reparado que há cada vez mais pessoas que teimam em verificar a informação recebida e a insistir em obter aquilo que procuram.
Acho natural que as pessoas se queiram certificar de que ouviram correctamente, e até que exprimam a sua imensa vontade em obter o produto que desejam, mas para quem atende o público não pode haver nada mais irritante do que um comprador que entra num diálogo deste género:

– Bom dia!
– Bom dia. Queria um cabritinho para duas pessoas por favor.
– Cabrito já não temos. Sugiro a vitela que está a sair quentinha.
– Já não tem cabrito?
– Não. Foi um dia com bastante procura e o cabrito acabou há uma hora mais ou menos.
– Não tem só um bocadinho? É que eu gosto muito e vim cá de propósito por isso.
– Compreendo e peço desculpa, mas não temos mesmo. No forno a lenha, neste momento já só temos frango e vitela, mas se preferir outros pratos poderá consultar qualquer um da lista.
– Sabe que eu já venho aqui há muitos anos, até já estive aqui uma vez com o dono e tudo… adoro o vosso cabrito.
– Pois, de facto é muito bom, mas infelizmente já não temos mais hoje.
– Não consegue falar com o patrão a ver se se consegue só meia dose ou assim? Diga-lhe que é para mim que ele conhece-me. Estive cá o ano passado…
– Não vai ser possível, é que já acabou há algum tempo. Para nós era muito bom se ainda tivéssemos, mas não vai ser possível…
– Faça-me um favor e pergunte na cozinha se não sobrou um bocadinho só… eu nem estou com muita fome e queria muito comer cabrito.
[O empregado vai e volta com mais informação]
– Lamento mas não há mesmo nem mais um bocadinho de cabrito e infelizmente a vitela também já acabou.
– Oh! Não se arranja nem um bocadinho de vitela?


Trackback URI | Comments RSS

Leave a Reply

Name

Email

Website

Speak your mind