Tradução sino-portuguesa

Julho 16th, 2009
A imagem abaixo (que pode – e deve – ser ampliada para melhor leitura, clicando nela) contém as instruções de uma lanterna que me deram há pouco.
Serve de alerta para os perigos da tradução instantânea no Google.
É também um exemplo de como o substantivo “sino”, da expressão sino-português, passa rapidamente a adjectivo qualificativo para o senhor responsável pela tradução.
Outro facto curioso é a camuflagem na informação sobre o país de origem do artigo, não sendo designado como China, mas sim como R. P. C. (ou seja, República Popular da China, para os mais distraídos).
Deve ser por comprarem bombas com instruções traduzidas por este senhor para árabe que os fundamentalistas islâmicos têm explodido com eles próprios.


Trackback URI | Comments RSS

Leave a Reply

Name

Email

Site

Speak your mind