Queres folhar?

Abril 13th, 2009
É já uma tradição.
Nesta altura do ano o Minho enche-se de galegos que vêm para cá celebrar a Páscoa.
Como também é costumeiro, foram recebidos de braços abertos pelas boas gentes do Minho, podendo ouvir-se um pouco por todo o lado as pessoas a esforçarem-se por falar a língua de Cervantes.
Todo os portugueses acham que sabem falar castelhano (ou espanhol como é mais comum dizer-se) e de facto a receita é aparentemente fácil: trata-se o interlocutor por “tu”, acrescentam-se uns “i’s” e “h’s” nos nossos vocábulos e, pensam as pessoas, estamos perante uma conversa em espanhol fluente.
Pequenas pérolas como rotionda, snack-bari, casiaco, cafié, cruzamiento, bifi com batatas, pão di lhó, ristoranti, estradia de alcatrón ou janhielia puderam ser ouvidas, com mais ou menos arabescos, em muitas casas comerciais, hóteis e restaurantes nestes dias.
Tudo para que o turista galego se sentisse em casa!
Louvo a vontade das pessoas em agradar.
O que me assusta é que, com tanto improviso, é perfeitamente possível que em muitos lados se tenha oferecido o tradicional e pascal (e tão intraduzível) folar português, com um sorriso rasgado e a simpática frase:

Queres folhar?

A resposta certa a esta pergunta foi celebrizada em muitos filmes que passavam a horas tardias num canal da TV Cabo e é: “Oooh si… cariño!”
E daí à sexta-feira deixar de ser santa é um tirinho 😉


Trackback URI | Comments RSS

Leave a Reply

Name

Email

Site

Speak your mind